“É necessário mais polícia em Aveiro”

6936
Agentes da PSP (Aveiro).
Smartfire 728×90 – 1

O CDS mostrou insatisfação com a atuação da PSP na cidade de Aveiro num momento em que se constatam “falta de segurança”.

Jorge Greno, eleito da bancada popular, levantou o assunto na última reunião da Assembleia Municipal, realizada em São Jacinto.

As “notícias de assaltos”, nomeadamente a máquinas de tabaco, e a pressão de arrumadores em locais de estacionamento motivaram alertas.

O porta voz do grupo do CDS queixou-se, também, da falta de fiscalização de trânsito durante o Verão e não notou “o reforço” de policialmento que seria habitual na época. “A presença da PSP era visível e criava algum respeito”, lembrou, considerando que “é necessário mais polícia” em Aveiro.

Jorge Greno vê a PSP mais preocupada “com a fotografia” (controlo do excesso de velocidade) e a aparecer no locais habituais para “ameaça de multa” do que com a necessidade de “regualar o trânsito”.

“A mudança de chefia parece ter sido uma oportunidade perdida”, lamentou.

Arrumadores motivam queixa crime

Na resposta, o presidente da Câmara constatou “melhorias num ou outro aspeto” com a chegada de pessoas novas, mas “nos principais” Aveiro “continua mal” servida.

Seguiram já apelos ao ministro da Administração Interna “para dar atenção a Aveiro e resolver o problema”.

Sobre os arrumadores, a Câmara fez seguir para as autoridades judiciais uma participação “sobre o que se passa todos os dias no estacionamento do hospital”, configurando crime de extorsão.

“É mau de mais o que se está a passar, esperamos que o Ministério Público intervenha, os cidadãos são vítimas todos os dias”, alertou.