Disfunção erétil: alternativas para acessar seu tratamento de forma legal!

599
Dreamweb 728×90 – Video I

Por disfunção erétil – também conhecida por impotência sexual – entendemos a incapacidade de obter e manter uma ereção suficientemente adequada para a prática de atividade sexual.

Embora a maioria dos homens experimentem apenas um episódio de disfunção ao longo da vida, outros tantos veem isso acontecer com frequência. E é justamente nestes casos que se pode precisar de tratamento.

O que há de novo no mercado para solucionar o problema?

Em se tratando de consultas virtuais, surge também em alguns países, a figura do aconselhamento médico e farmacêutico, quando estabelecimentos próprios, prestadores de cuidados de saúde e especialistas, cada um na sua área de atuação, expõem tratamentos e medicamentos existentes e adequados a cada paciente.

Nesse cenário, pessoas que estão impossibilitadas de saírem de casa, mas precisam de assistência, tem seu atendimento facilitado. Tudo muito rápido!

Foi pensando nisso que algumas empresas já surgiram no mercado farmacêutico online, buscando prestar, tanto um aconselhamento especializado quanto os tratamentos necessários à enfermidade. Em outras palavras, é possível encomendar o que você precisa numa farmácia online.

No mundo das consultas virtuais – o qual ganhou força com a propagação da telemedicina-, através de estabelecimentos próprios, prestadores de cuidados de saúde e especialistas, cada um na sua área de atuação, passaram a expor os tratamentos e medicamentos existentes e adequados a cada paciente que os procuravam, facilitando o atendimento a pessoas que, impossibilitadas de saírem de casa, precisavam de assistência.

A proposta é de parceria entre paciente e especialista, portanto, se o profissional considera que que a preferência escolhida pelo cliente pode não ser a correta para si, sugerirá alternativas e, se não puder recomendar um tratamento específico ou entender que deve consultar um médico ou especialista pessoalmente, indicará alguém que possa fazê-lo.

Assim, o ciclo completo do atendimento vai desde o início da consulta com um médico, passando pela elaboração do tratamento a ser seguido e listagem de medicamentos a serem administrados, até a chegada das substâncias ao consumidor. Todo o processo promete demorar pouco e ser disponibilizado ao paciente o quanto antes.

Por outro lado, em se tratando de tratamento farmacológico em casos de sexualidade especificamente, um dos maiores marcos da medicina é justamente o que ativa o mecanismo da ereção, trazendo para o mercado medicamentos destinados a este fim, os quais vem se mostrando eficazes, satisfazendo a necessidade dos pacientes e de seus parceiros.

Que causas podem levar o homem à disfunção erétil?

A disfunção pode derivar de problemas biológicos, como hipertensão ou obesidade, assim como também podem advir de problemas psicológicos, a exemplo de ansiedade ou depressão. Ainda, a junção de uma pré-disposição genética aos transtornos de ordem mental eventualmente enfrentados, podem desencadear a disfunção erétil.

A enfermidade nem sempre precisa de tratamento alopático. Muitas vezes, um ajuste no estilo de vida e a ajuda psicológica também podem se prestar a devolver a qualidade de vida sexual ao homem e, consequentemente, à sua parceira ou parceiro.

Porém, há casos em que se faz necessário o uso de medicação específica, situações em que a consulta médica é obrigatória.

O que esperar, daqui por diante, desse sistema de saúde mais confortável e fácil de usar?

Estima-se que a categoria seja vista como uma forma de cuidar e, mais do que isso, que empreste, através da tecnologia, a assistência necessária através de chamadas de vídeo. Espera-se, em outras palavras, que a telemedicina seja uma alternativa para continuar oferecendo saúde de qualidade, em escala, mantendo os níveis de segurança aos pacientes. É, sem dúvida, um novo horizonte que vem se abrindo e, não há como negar, são muitas as vantagens que a proporciona aos médicos, aos pacientes e aos demais profissionais da saúde.

De fato, é importante se ter em mente que a telemedicina não é uma inimiga ou concorrente da medicina tradicional, mas um elemento para aprimorá-la, significando um avanço tecnológico na área médica, mas que continua dependendo do lado humano.

Saúde, direito de todos!

A saúde é um direito de todos e, saber o que está por trás da disfunção erétil, ajuda a driblar o constrangimento e, consequentemente, a evitar um desgaste na vida a dois.

Além disso, o problema que não escolhe casais, atingindo tanto héteros quanto homossexuais, deve e precisa ser discutido a dois. Por isso é indispensável, nesse aspecto, que haja a identificação da causa do problema, pois diante da informação, mais fácil se chegará à resolução.