Dirigentes sociais formam associação nacional

3012
Imagem genérica.

Vagos vai assistir à fundação da Associação Nacional de Dirigentes Sociais (ANDS), ficando também como sede.

“Na sequência de diligencias anteriores fruto do movimento associativo correlacionado com atividades sociais”, está marcada uma assembleia geral constituiente para dia 22 de setembro, bem como a aprovação dos seus estatutos.

A apresentação dos objectivos da associação estará a cargo do membro fundador Alfredo Cardoso.

De acordo com a proposta de estatutos a votar, a ANDS pretende ser “a organização de defesa dos interesses dos dirigentes Sociais que exerçam a sua atividade em Portugal”.

Estará disponível, entre outras tarefas, como dar parecer sobre assuntos da sua especialidade, quando solicitada por organismos oficiais. Mas também fomentar e participar nas iniciativas com vista à formação associativa e à promoção social e cultural dos associados.

Têm o direito de se filiar na ANDS todos os dirigentes sociais que exerçam a sua atividade correlacionada com a área social.

A duração do mandato dos membros dos corpos gerentes é de quatro anos, podendo ser reeleitos por uma ou mais vezes.