Depois de abolir embalagens de plástico, empresa fomenta “entreajuda” de produtores de mirtilo

1431
Germitasty.
Dreamweb 728×90 – Video I

Depois de recuperar a até então abandonada Quinta do Rossário, em Ribeiradio, Sever do Vouga, e fazer uma aposta na sustentabilidade ambiental, ao deixar de usar plástico, a Germitasty, que se dedica à produção artesanal de mirtilos, assinala a campanha deste ano, o segundo em atividade, com uma aposta na “entreajuda”, envolvendo pequenos produtores locais.

No final de 2021, a empresa aboliu “o plástico no embalamento”, uma medida com alcance ambiental. O ‘fruto azul’ passou a ser comercializado em caixas de cartão kraft biodegradável.

“A grande dependência do plástico advém do facto de ser um material com garantias de qualidade na conservação do fruto. Contudo, o nosso processo de transição para o cartão foi levado a sério e foram efetivados diversos testes em ambientes frios e húmidos antes de lançar a nova embalagem”, relata Tiago Queirós, um dos promotores da empresa, adiantando que “a experiência foi ótima e este ano é para seguir”.

Para 2022, além da sustentabilidade, a empresa decidiu incluir na sua missão “a entreajuda”, num “olhar” para a vizinhança que também está envolvida na atividade, juntando forças para escoar a pequena baga e chegar a mais clientes, o que está a ser feito com recurso a meios online.

“Com o tempo fomos conhecendo pessoas, pequenos produtores, com os quais fomos trocando impressões e conhecendo as suas dificuldades, muitas delas com as quais nos identificámos. Aproveitando a nossa estratégia comercial e toda a rede que instalámos na zona de Aveiro decidimos cooperar com vários produtores, ao nosso redor, para incluir no nosso circuito de distribuição algum do seu fruto, permitindo assim escoar a produção anual e atribuir um conceito de maior proximidade entre produtores e clientes”, refere Tiago Queirós.

Iniciada a apanha do mirtilo, a rede está a operar com entregas em vários pontos do distrito de Aveiro (algumas zonas gratuitamente).

Discurso direto

“A Germitasty será sempre uma marca que liga as pessoas aos produtores, por canais simples e diretos, sem nada a esconder. Não vamos querer ser um agregador de mercado, que recorra a meios de produção massiva sem olhar para o lado. O nosso objetivo é bem diferente. Vamos seguir um caminho de transparência para que quem consuma os nossos produtos saiba de onde vieram, sem segredos. A certeza desse facto está no sabor e na demais qualidade dos produtos”.

A Quinta do Rossário

» O clima e o solo das terras de Ribeiradio são conhecidos pelos resultados de excelência na cultura do mirtilo, resultando “em fruto de alta qualidade, onde ninguém fica indiferente ao seu calibre e sabor”;

» A Quinta do Rossário sofreu em 2020 um processo de limpeza, seguido-se trabalhos de enriquecimento do solo para alimentar as árvores de fruto;

» Em 2021, conseguiu-se uma primeira colheita acima de uma tonelada de fruto, “que premiou um primeiro ano de muito sacrifício”.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.