Debate sobre o futuro urbano da Gafanha da Nazaré

362
Debate sobre a Centralidade Urbana da Gafanha da Nazaré.

O Município de Ílhavo promoveu, no passado dia 21 de maio, uma Sessão Pública Participativa relativa ao desenvolvimento do Estudo Estratégico (Masterplan) para reforço da centralidade urbana da Gafanha da Nazaré.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

A sessão, que decorreu na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré, contou com a presença de cerca de 50 participantes, cuja diversidade permitiu a realização de um debate de qualidade, marcado pela envolvência de todos, num exemplar momento de exercício democrático. O debate foi alimentado pela preocupação constante com o reforço da identidade do lugar e evoluiu em torno do modelo de cidade que se pretende para a Gafanha da Nazaré. Os participantes sublinharam a necessidade de criar espaços públicos de encontro, seguros, que promovam a interação social, a fruição visual e a inclusão de espaços verdes. O Jardim 31 de Agosto foi identificado como uma área a ser revitalizada, com propostas que promovam a segurança e atratividade, incluindo a possibilidade de introdução de habitação e criação de novas frentes urbanas, tornando esta área mais vivida e reforçando uma eventual permeabilidade pedonal, garantida pela relocalização de alguns equipamentos.

Foi unânime a opinião que, apesar da grande concentração de serviços, falta uma coesão entre eles, especialmente nos percursos e acessos, que são, muitas vezes, descontínuos e não permitem que os utilizadores sejam capazes de sentir essa proximidade. O centro da cidade foi idealizado como um local de comunhão e encontro, onde a existência de equipamentos e edifícios deve reforçar e potenciar o sentimento de comunidade, sendo, por isso, fundamental que este seja um local acessível e seguro para todos, com vias inclusivas e seguras.

As conclusões desta sessão de trabalho estão alinhadas com a visão do Município de Ílhavo, que justificaram a elaboração deste estudo, nomeadamente a de trabalhar a centralidade da Gafanha da Nazaré, por forma a promover um desenvolvimento urbano devidamente planeado e a criação de espaço público com mais qualidade, que promova a sua apropriação pelas pessoas. O Município de Ílhavo acredita que os projetos devem ser desenvolvidos e implementados de forma estruturada, a partir de uma visão holística, sob pena de se continuar a promover um tecido urbano aparentemente pouco coerente.

Com este Estudo definir-se-á uma visão estratégica, devidamente estruturada e fundamentada, para aquela que se definiu como a zona mais central da Gafanha da Nazaré, com a qual a comunidade se sinta genericamente identificada, e que simultaneamente se revista de um carácter verdadeiramente revigorador do espaço público.

Nesta sessão marcaram presença representantes de diversas entidades, como a Administração do Porto de Aveiro, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ílhavo, a Guarda Nacional Republicana, associações locais, como a Associação para a Defesa dos Interesses da Gafanha, o Grupo Etnográfico da Gafanha da Nazaré ou a Casa do Povo da Gafanha da Nazaré, vereadores, deputados da Assembleia Municipal, executivo da Junta de Freguesia da Gafanha da Nazaré, entre outros cidadãos, o que demonstra o interesse e a relevância destas matérias.

Câmara de Ílhavo

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.