Covid-19: Primeiro óbito em Vagos, lar com situação preocupante em Vale de Cambra

3908
Desinfeção no centro de Vagos.
Smartfire 728×90 – 1

Vagos, ao registar uma vítima, passou a integrar, esta segunda-feira, a lista dos 11 concelhos da área do Agrupamento dos Centros de Saúde (ACeS) do Baixo Vouga com óbitos de Covid-19.

No total, a ACeS registava 46 óbitos (mais 8 do que no Domingo): 16 em Ovar (mais 1), 13 em Aveiro (mais 1), 7 em Albergaria-a-Velha (mais 2), 3 em Ílhavo (mais 2), 3 em Estarreja (mais 1), 1 em Vagos, 1 na Murtosa, 1 em Sever do Vouga e 1 em Oliveira do Bairro.

Águeda e Anadia serão, assim, nesta altura, as únicas localidades sem qualquer caso mortal. Essa era, pelo menos, a indicação do ponto de situação da autoridade de saúde feito ao final da tarde.

Estes números deverão, contudo, pecar pr defeito, uma vez que a autarquia de Ílhavo anunciou esta segunda-feira que ocorreram na localidade 5 óbitos (quatro dos quais do lar de S. José) e em Aveiro o presidente da Câmara confirmou que, desde o inicio da pandemia, faleceram 15 utentes do lar da Santa Casa da Misericórdia. Assim, os 13 casos do relatório da ACeS podem ainda não incluir a totalidade das vítimas. O provedor da instituição disse que não podia declarar todas os óbitos como sendo causados pelo Covid-19, aguardando por esclarecimentos da autoridade de saúde.

O número de infetados era de 936 (mais 101), com 2398 pessoas sob vigilância ativa.

Ovar (429), Aveiro (202) e Ílhavo (95) eram os mais afetados. Seguem-se Estarreja (67) e Albergaria-a-Velha (66).

78 profissionais de saúde estavam infetados.

Empresas estarrejenses apoiam compra de testes para despistar casos nas IPSS

Em Estarreja, a autarquia angariou apoios das empresas do complexo químico local como alternativa ao SNS para disponibilização de kit’s de testes de Covid-19 junto de utentes e funcionários de instituições sociais do concelho em falta na despistagem (Informação ao minuto Covid-19 na RTP).

No norte do distrito, Santa Maria da Feira viu subir para seis as vítimas mortais de Covid-19 (mais uma do que no domingo).

No concelho de Vale de Cambra, a situação mais problemática diz respeito ao lar da Fundação Luiz Bernardo de Almeida, com 39 infetados entre os seus oito dezenas de utentes, avança o jornal A Voz de Cambra.

Publicidade, Serviços & Donativos