Covid-19: 86,3% dos doentes do País em tratamento domiciliário / 191 óbitos na Região Centro

1044
Teste de coronavírus.

O boletim da Direção-Geral da Saúde registava, à meia noite de ontem, mais 25 mortes, 163 casos de Covid-19 e 28 recuperações em Portugal.

No total, há agora 24.027 infetados, 928 mortos e 1.357 recuperados.

O número de infetados não era tão baixo desde 19 de março. A taxa de crescimento, de 0,7%, é a mais baixa de toda a pandemia, superando o registo de 1%, de 17 de abril.

O número de internados em Portugal é de 995, abaixo dos 1000, o que já não sucedia desde 31 de março.

É o 11º dia consecutivo de descida, desta vez com menos 10 pessoas internadas.

O que é explicado pela redução dos doentes em cuidados intensivos, para 176 pessoas (menos seis, o valor mais baixo de abril).

A taxa de ocupação dos cuidados intensivos se situa atualmente nos 57%.

Estão em tratamento domiciliário 86,3% dos casos e a percentagem em internamento é 4,1% (0,7%)

O número de recuperados aumenta mais lentamente, contando com mais 28 pessoas inscritas (+2,1%).

A taxa de letalidade da Covid-19 é de 3,9%. Particularizando acima dos 70 anos, é de 13,8%.

Na região Centro, o número de óbitos referido subiu para 191 (3), contando-se 3232 infetados (mais 20).

[Relatório completo]

Nos concelhos do ACeS do Baixo Vouga, o relatório da DGS regista em Ovar 564 infetados, em Aveiro 278 e em Ílhavo 108 (sem atualização relativamente ao dia anterior).

Artigo relacionado

Covid-19: Baixo Vouga ultrapassa os 1500 infetados

Nos concelhos de Aveiro Norte, sob jurisdição da Administração Regional de Saúde do Norte (ARSN), o boletim epidemiológico da DGS refere que a Feira tinha 387 e Oliveira de Azeméis 163 (em ambos sem atualização).

Covid-19 / Ponto de situação online

Artigo relacionado

DGS diz que mudança de critério nos recuperados “nada tem a ver” com falta de testes

(Informação ao minuto Covid-19 na RTP).

Publicidade, Serviços & Donativos