Coletividades náuticas de Cacia “estão a sonhar” com a Estação Náutica do Rio Novo do Príncipe

812
Posto náutico da Coletividade Popular de Cacia.

Casimiro Calafante, antigo presidente da Junta de Freguesia de Cacia, sensibilizou a Câmara de Aveiro para a criação de infraestruturas de apoio às atividades desportivas náuticas no Rio Vouga.

O apelo foi deixado na última Assembleia Municipal (AM) quando se analisava o relatório camarário alusivo aos meses mais recentes de gestão camarária.

O deputado da bancada do PSD sublinhou a importância do apoio financeiro dado à Associação Desportiva Amigos da Canoagem de Cacia (6.000 mil euros), para comparticipar um investimento na sua atividade de 11.500 euros, no âmbito dos subsídios anuais que a edilidade atribui ao associativismo desportivo.

Casimiro Calafate lembrou também a ajuda financeira para a Coletividade Popular de Cacia participar num estágio na Associação de Remo da Beira Litoral.

“É importante que esta gente seja apoiada”, uma vez “que estão a fazer um trabalho extraordinário, estão a sonhar para que a Estação Náutica do Rio Novo do Príncipe seja uma realidade”, disse.

Quando a obra do futuro dique ficar concluída, Cacia pode ficar dotada “de um dos melhores planos de água para a prática desportiva destas e de outras atividades, por exemplo natação em águas largas e será um orgulho para Aveiro”, acrescentou o eleito.

“Não é o que o dr. Alberto Souto idealizou mas o possível, esperemos que vá para a frente e esta gente seja recompensada pelo esforço que está a fazer”, concluiu Para Casimiro Calafate.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.