CHEDV adquire novo mamógrafo e evolui na resposta à patologia mamária

457
CHEDV instala novo mamógrafo.
Dreamweb 728×90 – Video I

A recente aquisição de um novo e moderno mamógrafo traz múltiplas vantagens para as pacientes do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV).

Para além de uma resolução espacial superior, utilizando uma menor dose de radiação, permite a realização de várias técnicas, já amplamente difundidas e com estudos que comprovam o seu papel fundamental no rastreio, diagnóstico e intervenção mamária.

O novo equipamento permite a realização de Tomossíntese, uma técnica em que é efetuado um estudo tridimensional da mama, ultrapassando algumas limitações inerentes à mamografia convencional (lesões malignas ocultas pelo tecido mamário, tecido mamário sobreposto que pode similar lesões suspeitas), sem aumento significativo da dose de radiação face a uma mamografia convencional. Assim, podem ser evitados exames de vigilância, caracterização por outras técnicas e ainda biópsias desnecessárias, melhorando a precisão diagnóstica e detectando lesões suspeitas mais precocemente.

Permite ainda a realização de mamografia com contraste, semelhante à mamografia convencional, porém realizada após administração de contraste iodado endovenoso. Tem como princípio a neovascularização que ocorre em lesões malignas, sendo comparável em termos de sensibilidade e especificidade à Ressonância Magnética mamária, e tendo como vantagens em relação à mesma a rapidez e conforto de realização, a acessibilidade (realizada no momento) e o custo.

No futuro, com o novo mamógrafo, será possível a realização de biópsias mamárias assistidas por vácuo. Esta técnica, permite obtenção de fragmentos de maiores dimensões, aumentando a confiança no diagnóstico histológico por maior representação das lesões, evitando repetição de biópsias e, em alguns casos, biópsias excisionais cirúrgicas. É um procedimento rápido, bem tolerado e minimamente invasivo, com menores custos face a uma intervenção cirúrgica. Atualmente tem também um papel terapêutico, permitindo a excisão de lesões benignas de pequenas dimensões.

Tendo em conta que estes procedimentos são frequentemente acompanhados de ansiedade e nervosismo, a sala onde está instalado o novo equipamento foi humanizada, tendo-se criado uma decoração que transparece serenidade, com o objetivo de proporcionar uma sensação de calma e de bem-estar, contribuindo para a melhoria da qualidade da experiência da vinda das doentes ao Serviço de Imagiologia.

CHEDV

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.