Centro de Ofícios Tradicionais de Arouca: Sugestão para visita após a pandemia

1022
Centro de Ofícios Tradicionais de Arouca.
Smartfire 728×90 – 1

O n.º 28 da Avenida 25 de Abril, em Arouca, acolhe o Centro de Ofícios Tradicionais de Arouca, que serve de exposição venda mas também para a ‘incubação’ de novos artesãos.

Um ponto de visita obrigatória em Arouca a agendar assim que o ‘estado de emergência’ permitir o desconfinamento.

Estão expostos trabalhos de artesãos locais, que vão desde acessórios de vestuário, trabalhos em arame, miniaturas do património em ardósia e madeira, bordados, a trabalhos em papel e em couro, cerâmica e azulejo, olaria, costura e trabalhos em cortiça e pele.

Funciona, também para a venda de ‘sabores do território’, nomeadamente doçaria artesanal, mel, compotas e licores.

Promoção e dinamização das artes e ofícios locais

“Este centro de ofícios tem como principais objetivos a promoção e dinamização das artes e ofícios locais e a capacitação e qualificação dos artesãos do concelho de Arouca”, lê-se numa notícia publicada na última edição da revista ‘Montanhas Mágicas’, uma publicação da ADRIMAG – Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Serras do Montemuro, Arada e Gralheira.

Espera-se, assim, também, contribuir para “reforçar a identidade do território de Arouca com base nas produções artesanais locais e inovar as artes e ofícios”.

Formação para artesãos

O Centro de Ofícios Tradicionais de Arouca além da venda ao público, acolhe ações de formação, workshops e outras atividades criativas. É uma das estruturas da região que integra o projeto ‘Rota Criativa – Rede de Ofícios Tradicionais e Arte Criativa de Terras de Santa Maria’, iniciativa promovida pela ADRITEM – Associação de Desenvolvimento Regional Integrado das Terras de Santa Maria em cooperação com os municípios.

Os artesãos podem receber consultoria individualizada para o desenvolvimento dos seus produtos e criação de novos; consultoria em design de produto, gestão de negócios, marketing, entre outras; formação diversa; participação em feiras e exposições de artesanato.

+ Informação ‘Rota Criativa’ em Arouca

Artigos relacionados

Já que falamos de sustentabilidade, porque não consumir local?

Publicidade, Serviços & Donativos