Cenário de vandalismo sem rasto de furto na sede da AFA

1475
AFA, sede (Aveiro).

A visita de ‘larápios’ às instalações da sede da Associação de Futebol de Aveiro (AFA), em Esgueira, junto à antiga estrada nacional 109, a coberto da madrugada, pode ter sido “um ato de puro vandalismo”, para causar estragos, o que está a motivar “muita estranheza”, admitiu fonte da direção contactada pelo site noticiasdeaveiro.pt.

Não havia sinais de furto consumado nos escritórios e salas onde estavam computadores, e outros equipamentos, assim como taças e artigos diversos “colocados à vista” , que têm valor e poderiam interessar a assaltantes. Apenas “destruição” no interior, em vidros e na porta principal de entrada.

Mesmo documentação, apesar de gavetas remexidas, não parecia ter sido o alvo, ainda que esteja totalmente por conferir eventuais desaparecimentos. O edifício alberga também uma empresa que não terá sido alvo desta possível invasão de propriedade privada com intentos ainda por determinar.

Os autores entraram a forçar uma porta pelas traseiras depois de colocar um cadeado para impedir a abertura do portão de acesso de viaturas com comando à distância. Partiram holofotes e vidros. O sistema de alarme não foi ativado, por circunstâncias ainda a esclarecer, facilitando a tarefa de quem andou pelo interior da sede.

As autoridades policiais foram colocadas aos corrente da situação logo pela manhã, após a empregada de limpeza dar o alerta, tendo sido feitas diligências e averiguações, com recolha de vestígios.

Os serviços da AFA retomaram a normalidade depois do meio dia.

“Se nada foi levado, fica evidente o objetivo de tentar melindrar um trabalho meritório”

“Um ato cobarde e a todos os níveis reprovável, que vai contra todos os valores que o desporto procura incutir (…). O cenário era desolador. Sobraram vidros quebrados, papéis remexidos e um sentimento de intrusão que só o tempo irá amenizar. E se nada foi levado, fica evidente o objetivo de tentar melindrar um trabalho meritório, que colocou o futebol, o futsal e o futebol de praia aveirenses na linha de frente no que toca à inovação e à forma de promoção das mais variadas competições e dos seus protagonistas (…) – comunicado da AFA.