Campo de alimento para abelhas no Luso

520
Preparação de campo de abelhas, Lusa.
Dreamweb 728×90 – Video I

Arrancaram os trabalhos para a criação do campo de alimento para abelhas, no Luso, junto ao Parque de Campismo, informa a Câmara da Mealhada.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

“O objetivo é transformar cerca de 1,28 hectares com plantação de espécies autóctones e melíferas, erradicando-se as invasoras”, refere um comunicado municipal.

A iniciativa integra o projeto BeeFood, dinamizado pela Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra, que “apoia a criação de campos de alimentação não só para abelhas, mas para todas as espécies polinizadoras, recuperando espaços nos territórios para plantar flora que lhes seja apetecível.”

Na Mealhada, o campo de alimento para polinizadores será construído numa encosta da Serra do Bussaco, junto ao Parque de Campismo Municipal do Luso, cujos primeiros trabalhos de limpeza e desmatação começaram esta semana. Após a limpeza e erradicação de invasoras, como as acácias, serão plantadas espécies melíferas, como o medronheiro, carvalhos e sementeira de flores perenes, sendo preservadas as espécies autóctones que se encontram no local, nomeadamente os sobreiros e pilriteiro.

O projeto Beefoof procura aumentar as polinizadoras e a produção de mel, através do regresso do equilíbrio dos ecossistemas. Até final do ano, espera-se transformar áreas florestais em campos de alimentos para abelhas, numa área superior a 13,63 hectares em sete municípios: Mealhada, Lousã, Mira, Miranda do Corvo, Penacova, Pampilhosa da Serra e Soure.

Um investimento total de 63.242,34 euros, dos quais 50.000 euros são financiados pelo Fundo Ambiental, abrangendo um total de 13,63 hectares. O projeto conta com a colaboração do Departamento de Ciências da Vida da Universidade de Coimbra.

Discurso direto

“Trata-se de um projeto que permitirá atuar em diversas vertentes: no apoio à produção de mel e dos nossos apicultores, no combate a vespa velutina e também na preservação da biodiversidade e defesa da floresta autóctone, com a componente associada de risco de incêndio rural” – Ricardo Santos, vereador da Câmara Municipal da Mealhada.

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.