Bravo Sr. La Féria! Bravo!

764
FILIPE LA FÉRIA O vencedor da noite com o Globo de ouro MÉRITO é EXCELÊNCIA na foto com Fernanda Dias e Carlos Gonçalves seus amigos e colaborado (Foto divulgada pela SIC).
Comercio 780

Filipe La Féria foi o vencedor do Globo de Ouro Mérito e Excelência 2023. Foi mais que merecido! O Globo de ouro foi certamente bem entregue! Apreciei bastante o seu discurso nesta XXVII Gala, que premeia o talento nas várias categorias artísticas. Da música ao teatro, da ficção à moda, do humor ao entretenimento, do digital a muitas outras categorias.

Por Nuno Alexandre *

Nascido em 1945, numa vila alentejana, Filipe foi sempre apaixonado pelo teatro e revia-se nas grandes artistas da época. Desde pequeno que sonhava com as tábuas do palco, com o som da orquestra, com o pano do palco a abrir e com os aplausos do público. Estreou-se em 1966, na Companhia Rey Colaço- Robles Monteiro, no Teatro Nacional D. Maria II, ao lado da grande atriz Palmira Bastos. Tem uma grande admiração pelas grandes glórias da história do teatro português. Laura Alves, atriz marcante do século XX português, é uma das grandes paixões de La Féria, que em breve vai estrear no seu Teatro Politeama um musical que presta homenagem à atriz e vedeta da Revista à Portuguesa!

Vi e acompanho os vários projetos do Sr. La Féria. Na televisão cheguei a assistir a várias Revistas como “Grande Revista à Portuguesa”, “Uma Noite no Parque Mayer” e vi na tribuna do Politeama “Revista é Sempre Revista!”. Também assisti ao Musical Amália e quero muito ir assistir ao “Laura- O Musical”. O Sr. La Féria mete todo o seu rigor, irreverência, determinação, exigência, brilho, modernidade, entusiasmo e garra em cada novo e surpreendente projeto! São raros os dias em que não tem o teatro lotado! Todos os seus projetos são um êxito!

Sem qualquer tipo de apoio, ou com poucos apoios do Ministério da Cultura, Filipe reergueu e mantém firme e de pé o Teatro Politeama. No seu discurso, após ter recebido das mãos de Francisco Pedro Balsemão, filho de Francisco Pinto Balsemão e agora CEO do grupo Impresa, Filipe agradeceu aos portugueses, o seu público, agradeceu aos atores portugueses que para ele são “a alma de Portugal” e agradeceu à sua família, em especial, à sua filha Catarina. Filipe terminou o seu discurso dirigindo uma mensagem clara e frontal à classe política, que por vezes parece andar adormecida, e dirigiu uma mensagem ao Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, afirmando “Por favor, não deixe que se destrua mais teatros em Lisboa! Basta de Hotéis! Basta! O Teatro é a alma de Lisboa e alma de Portugal!”. É verdade e subscrevo todas as palavras do Senhor La Féria.

Está na hora da Classe Política, dos governantes, dos autarcas, das pessoas respeitarem e valorizarem a Cultura e quem trabalha no setor das Artes! Sim valorizar quem trabalha! Ser ator é uma profissão! Ser cantor é uma profissão! Ser escritor é uma profissão! Ser encenador é uma profissão! Ser Produtor é uma profissão! Ser técnico de som e luzes é uma profissão! Ser Artista é uma profissão! Portanto Senhores da política PAREM de destruir os espaços culturais deste país e PAREM de maltratar os artistas! Já bem bastou aquilo que fizeram ao Parque Mayer! Pobre Parque Mayer…. Quem te viu e quem te vê…. O Parque Mayer resiste hoje graças ao empresário e produtor de teatro Hélder Frei Costa, empresário do Teatro Maria Vitória, um dos teatros do Parque que tem tido a sala cheia com a nova Revista à Portuguesa “Paródia Nacional”. Os políticos que governaram o país e a autarquia quase deram cabo do Parque Mayer! O nosso Primeiro-Ministro, enquanto Presidente da autarquia lisboeta, foi um deles! Concessionou o terreno do antigo Teatro ABC à EMEL para fazer um parque de estacionamento. Enfim. Vergonhoso!

Vocês sabem que somos dos países europeus que menos investe na Cultura? É verdade! Infelizmente é verdade! Mas isso tem de mudar porque a Democracia exige um setor cultural com bom investimento e forte!

Apesar das dificuldades, os artistas pautam-se sempre para nos darem o melhor de si! Sem Cultura e sem artistas seríamos um povo triste, inculto, obscuro, cinzento. A Cultura é importante nas nossas vidas, e tem de ser valorizada e precisa de apoios e investimentos. É OBRIGAÇÃO do estado investir, valorizar e respeitar o setor das artes e quem nele trabalha! Nós temos um Ministério da Cultura, mas há vezes que parece que ele não existe…. Cabe-nos a nós enquanto povo e enquanto público lutar e exigir mais investimento no setor e políticas culturais que respondam às crises de um setor há muito precário e cheio de dificuldades!

Está na hora de valorizar a Cultura!

Quanto a si Senhor La Féria está de Parabéns! Obrigado por tudo o que nos deu e que ainda nos vai dar! Viva o Teatro! Ou como se costuma dizer nos corredores antes entrar em cena “Muita …..”, bem vocês sabem!

* Estudante, Aveiro.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.