Beira-Mar deve agendar Assembleia Geral até ao final do terceiro trimestre do ano

337
Hugo Coelho, presidente do Beira-Mar.
Smartfire 728×90 – 1

Os orgãos sociais do Beira-Mar decidiram, em vídeoconferência, manter “as medidas extraordinárias” tomadas a 12 de março, que levaram ao adiamento das assembleias gerais estatutárias, por força das circunstâncias de saúde pública.

As reuniões magnas serão agendadas quando não existirem limitações de ordem legal quanto à sua realização, informa a mesa da Assembleia Geral.

É dada a garantia, entretanto, que os orgãos sociais do clube “continuam a desempenhar as suas funções com a normalidade que a situação permite”, esperando-se que a evolução positiva da pandemia permita a regularização dos atos estatutários em causa até ao final do terceiro trimestre do ano.

“Todos esperamos poder encontrar-nos com a maior brevidade, mas enquanto não foi possíve a vida do clube prosseguirá e estamos certos a curto prazo começarão a ser comunicados pela direção os detalhes que todos esperam relativa à próxima época desportiva”, conclui a informação.

Artigo relacionado

Beira-Mar: Agendamento das eleições para os orgãos sociais só após surto do Covid-19