Aveiro / Região: Transportes públicos em fase de mudança para reforço do serviço rodoviário

1830
AveiroBus.
Dreamweb 728×90 – Video I

Os serviços de transportes públicos rodoviários vão sofrer alterações dentro de algumas semanas na cidade de Aveiro e, também, na região.

Na cidade aveirense, a Câmara está a ultimar uma alteração do serviço rodoviário e fluvial que é prestado pelo concessionário (Transdev), contemplado o já anunciado reforço de linhas.

Entretanto, até ao Verão, ficará operacional o serviço da empresa de capitais israelitas ‘Busway – CIRAveiro’, que ganhou a concessão aberta pela Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA).

Artigo relacionado

CIRA adjudicou concessão de serviço de transporte rodoviário

Informações transmitidas pelo presidente da Câmara de Aveiro na reunião pública do executivo na sequência de questões colocadas pelo vereador do PS Rui Soares Carneiro.

No segundo semestre de 2022 foi entregue um estudo de avaliação da concessão ‘Aveirobus, que envolve autocarros e transporte fluvial. A discussão do documento no executivo foi marcando passo, lembrou o eleito, por se aguardar “dados relativos ao ano passado”. “Estamos a chegar a uma fase já de encerramento do ano escolar, que pode possibilitar alguma reorganização das necessidades. Em que ponto está esta discussão, para fazermos essa análise e avaliação, discutindo algumas alterações ?”, questionou o vereador.

“Dentro de muito pouco tempo teremos aqui o trabalho que combinamos”, respondeu o presidente da Câmara, apontado a tomada de decisões até agosto. O processo “veio exigir mais tempo devido à necessidade de compatibilização da oferta Aveirobus com novo operador intermunicipal de transportes”, justificou Ribau Esteves.

“Estamos por poucas semanas da apresentação pública da operação e do início dos transportes, está quase terminado o trabalho de articulação com a nossa operação municipal Aveirobus”, disse. “O que virá à Câmara é a proposta de aumento da oferta Aveirobus, está tratado, temos acordos financeiros fechados, o que falta são pormenores de natureza operacional, administrativa e legal com a concessão da CIRA, cá virá numa das próximas reuniões”. Prepara-se, assim, “um acrescento de oferta Aveirobus já devidamente tratado com a concessão CIRA para o contrato seguir para ‘visto’ do Tribunal de Contas”, informou.

O edil garantiu que “está tudo a correr bem”, embora sem querer assumir datas, também para a entrada em funcionamento do ferry elétrico municipal sob gestão da concessionária Aveirobus, “que trará alguns ajustamento de horários e custo de tarifário”.

“É neste quadro completo que estamos a trabalhar, já em notas finais, em boa ambiente entre a Câmara, Transdev e operador intermunicipal, com imensas reuniões”, referiu Ribau Esteves, antevendo que “vai ser dado um passo positivo, com aumento de quantidade e qualidade de transportes públicos rodoviários e fluvial”.

Ao mesmo tempo, a Câmara de Aveiro tem vindo a a preparar “a reformulação da gestão do estacionamento pago no município, especialmente nas zonas centrais, e do tarifário”, com o objetivo de entrar em vigor “tudo” 1 de janeiro.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.