Aveiro: PS defendeu abate de árvores “com meios termos” / Edil garante ponderação nos cortes

443
Abate de árvores na Rua da República (foto partilhada nas redes sociais por Armando Manuel Teixeira).
Dreamweb 728×90 – Video I

O vereador do PS Fernando Nogueira defendeu “meios termos” no abate de árvores que vai acontecendo regularmente por força de obras no espaço público de Aveiro. O eleito lamentou mais uma oportunidade perdida, recentemente, com o corte de meia centena de exemplares, na Rua da República, entre Esgueira e Santa Joana, quando se poderia “experimentar soluções alternativas, que, ainda por cima, são pedagógicas”.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

O assunto foi levantado no período antes da ordem do dia da reunião do executivo camarário de caráter público, esta quinta-feira. O vererador socialista começou por questionar o andamento da elaboração do regulamento do parque arbóreo que foi anunciado pela maioria.

Sobre o abate generalizado, disse compreender “as aflições” entre os locais, as necessidades de mobilidade e da conservação de árvores com largas décadas”, mas o que aconteceu “parece demasiado violento”, notou, por não terem sido ponderados “meios termos” que parecem não ter sido considerados”, como “fazer metade, gradualmente”. “Temos de pensar melhor nas alternativas, é melhor ter metade do abate, um bom passeio e fazer esforço para conservação”, defendeu em detrimento da opção de “abater tudo e esperar 40 anos” por novas árvores crescidas.

A recomendação socialista foi criticada pelo presidente da Câmara, considerando-a extemporânea. “O PS anda sempre atrasado, adere aos grupos que metralham nas redes sociais, sabemos as motivações”, lamentou.

A empreiteira da Rua da República cumpre um projeto que levou “mais de um ano fazer”, com “discussões imensas”, envolvendo os moradores, projetista e autarcas, lembrou Ribau Esteves, acusando o PS de não ter marcado presença. Ponderado tudo, 39 árvores foram poupadas, as restantes que estavam mal saem e em outros sítios sem verde vão ser plantadas 40. O edil garante que os moradores “agradecem” a intervenção para terem os passeios livres e serem resolvidos outros problemas, nomeadamente os causados pelas raízes. “Os passeios são para os peões”, vincou o presidente (declaração abaixo).

Artigo relacionado

Aveiro: Adjudicadas obras viárias entre Esgueira e Santa Joana

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.