Aveiro / Exposição: Residência Artística do CreArt apresenta trabalhos

282
CreArt Aveiro 2019.

Integrada no programa da XIV Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro, tem vindo a decorrer a Residência Artística do projeto CreArt | Rede de Cidades para a Criação Artística.

Intitulada Dream Factory, e com curadoria de Madina Zinganshina, a iniciativa vocacionada para a cerâmica artística reuniu em Aveiro as artistas Anna Johnston [Liverpool, Reino Unido]; Agata Lučić [Zagreb, Croácia] e Ieva Betašiūtė-Grosbaha [Kaunas, Lituânia], selecionadas de entre as 16 candidaturas rececionadas de toda a rede CreArt.

Tendo como cenário “a vasta tradição cerâmica da região de Aveiro”, as artistas desenvolveram os seus projetos entre a tradicional Olaria Felica e a Vista Alegre (VA), entidades que colaboraram com a Câmara Municipal de Aveiro neste projeto, explorando as potencialidades, texturas e formas que o barro e a porcelana proporcionam, dando vida a peças contemporâneas com forte influência da cultura local. 

Os resultados do trabalho realizado serão apresentados ao público dia 29 de novembro, pelas 16:30, no Museu de Aveiro/Santa Joana.

Ieva Betašiūtė-Grosbaha inspirou-se no ritmo arquitetónico da cidade e nos motivos da ria e dos campos em redor, bem como na dinâmica de produção e vida na fábrica da VA para criar o seu projeto 10000 Steps, composto por peças esculpidas por si, que conjuga com outras pintadas a partir dos modelos da VA. A sua instalação estará patente na antiga entrada do Convento de Jesus.

Anna Johnston, na Oficina Felica, esculpiu manualmente um conjunto de potes e jarros de barro vermelho com decoração inspirada na água, algas e folhas. Intitulada Urban Stillness, a sua obra é apresentada no Refeitório do antigo Convento de Jesus.

Agata Lučić descobriu, na Olaria Felica, a arte da azulejaria portuguesa, criando um conjunto de 80 azulejos individuais pintados com motivos inspirados no comércio e artesanato local e nas coisas e personagens que observa quando deambula pelas ruas de Aveiro. Associa-lhes 40 figuras escultóricas pequenas que, no seu todo, dão corpo à obra Mini mercado que estará patente no patamar de acesso à exposição permanente do Museu de Aveiro / Santa Joana.

É o segundo ano que o CreArt promove em Aveiro residências artísticas, tendo orientado esta edição de 2019, ano da Bienal, para a cerâmica artística. Contribuindo para a mobilidade dos artistas, a troca de experiências e para a sua valorização e formação artística, as residências são uma das ações centrais do projeto CreArt no seu objetivo de promover talentos emergentes.

A exposição prolonga-se até ao dia 8 de dezembro.

Publicidade, Serviços & Donativos