Aveiro: Empresa investe 3 milhões de euros em novo estaleiro para barcos de recreio

6999
Estaleiros da Neptune, Porto de Aveiro.
Comercio 780

A empresa de construção naval Neptune passou a ocupar, por concessão da Administração do Porto de Aveiro (APA), o antigo estaleiro naval da Ria Marine num contrato de 20 anos.

O espaço vai ser utilizado para a construção e remodelação de embarcações de recreio a motor e vela a partir de abril num investimento de 3 milhões de euros.

Segundo a Neptune, que está no mercado com a marca de barcos de luxo ‘Rom Boats’, o estaleiro, será dotado, a partir de junho, de uma doca-seca de nível internacional, “incluindo” também “uma das maiores estufas de pintura de embarcações da Europa, assim como de um conjunto de serviços vocacionados para a melhoria da prática e experiência dos diversos tipos de nautas, sejam eles nacionais ou estrangeiros”.

O Porto de Aveiro destaca a importância do projeto na “estratégia de valorização dos territórios portuários aliada à revitalização das atividades do setor da reparação e construção naval, em particular as relacionadas com a náutica de recreio, contribuindo ativamente para o desenvolvimento da economia azul de base local”.

A Neptune viu reconhecido o seu primeiro modelo produzido em Aveiro “como sendo dos melhores do mundo, nos dois principais galardões internacionais do setor.”

“Marcar pela diferença”

» O projeto corresponde a um investimento global de 3 milhões de euros e prevê a criação de cerca de 26 postos de trabalho, “muitos com elevado grau de especialidade”. A empresa tem a “forte ambição de marcar pela diferença um setor tradicionalmente muito fechado”, trazendo para o projeto o “maior número de empresas nacionais que seja possível” para “executar projetos inovadores e competir nos mercados internacionais a par com os melhores”.

Discurso direto

“Este é um projeto de âmbito nacional, inserido na Ria de Aveiro e integrado na área de jurisdição do Porto de Aveiro, pelas suas características únicas, tão diferenciadoras no mercado. Acredito, igualmente, que será um dos muitos projetos que possibilitarão recuperar um património histórico outrora existente em Aveiro, contribuindo para que os nautas nacionais e internacionais usufruam deste ecossistema lagunar único no panorama europeu, fomentando também o turismo regional” – Fátima Alves, presidente da APA.

“Realço o forte empenho, visão e compromisso de toda a Administração do Porto de Aveiro, que apoiou incondicionalmente este projeto desde praticamente o seu início, deu um excelente exemplo de como sectores públicos e privados podem trabalhar em parceria, em harmonia, trabalhando em conjunto para reforçar o tecido económico deste sector, contribuindo para o seu crescimento em Portugal” – Jorge Martins, fundador da Neptune.

Artigo relacionado

Este barco de luxo é português e é candidato a Melhor do Ano

Publicidade, Serviços & Donativos

Comercio 780