Aveiro: Denúncia de despejo de efluentes da UTMB na via pública

835
Efluentes despejados para a via pública, em Eirol.
Natal

Os efluentes da Unidade de Tratamento Mecânico Biológico (UTMB) de Eirol “estão a verter” para a Rua do Cabeço, no lugar de Horta, em Aveiro.

Uma denúncia feita hoje pelo núcleo regional da Quercus.

“A situação já arrasta há alguns anos. Ainda hoje ocorreu mais um incidente que põe em causa a saúde pública e o ambiente”, alerta o comunicado.

Para a Quercus, “a resolução desta situação é urgente” e “os moradores prejudicados devem ser ressarcidos dos danos e devem ser tomadas medidas imediatas para mitigar o impacto das descargas.”

Os “relatos” levaram o Bloco de Esquerda a avançar com um pedido de informação junto do Governo, através dos seus eleitos na Assembleia da República.

O partido “exige que a situação seja clarificada e que as entidades competentes tomem as diligências necessárias para conter as fugas e identificar a origem dos efluentes vertidos na via pública.”

“Importa ainda apurar todas as responsabilidades sobre eventuais danos provocados no ambiente, na saúde humana, em habitações e em infraestruturas públicas”, refere o comunicado, lembrando que “o impacto” da central de tratamento faz-se sentir de forma “recorrente” com “maus-cheiros, águas e descargas poluentes”, além da “profusão de mosquitos”, sendo necessárias “medidas de correção para garantir a qualidade de vida das populações.”

A UTMB Eirol processa resíduos de 16 municípios.

Publicidade, Serviços & Donativos