Aveiro / Covid-19: Presidente da Câmara lança apelo para ninguém ‘baixar a guarda’

1162
Campanha Anti Covid-19 da Câmara de Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

Aveiro tem sido, desde há vários meses, o concelho do Agrupamento dos Centros de Saúde (AcES) do Baixo Vouga com mais casos ativos de Covid-19. Regresso de eventos com público continuará a ser rodeado de “cuidados”, garante autarca local, pedindo o contributo de todos.

Agora, o aumento mais notório de contágios, acompanhando a tendência nacional e europeia, levou o presidente da Câmara a lembrar aos cidadãos que, apesar dos avanços registados, nomeadamente com a vacinação em grande escala, ainda não é a hora de ‘baixar a guarda’ no “combate” à pandemia, que foi declarada em março de 2019.

A 19 de outubro passado, o concelho aveirense estava com 42 casos ativos. 10 dias depois, eram já 111 (num total de 263 nos 11 concelhos do AcES). O número de óbitos em Aveiro ascendia no final de outubro a 114.

Ribau Esteves aproveitou a reunião pública do executivo, esta sexta-feira-feira, para pedir aos cidadãos que continuem a ter “cuidado” atendendo à subida de contágios. “O mundo, a Europa, Portugal, estão a crescer em casos positivos. Também Aveiro, nós em três semanas, quadruplicamos os nossos casos, quase quintuplicamos”, adiantou sem concretizar em números.

A “vantagem” neste cenário relativamente a outros momentos da pandemia é que “a esmagadora maioria da população está vacinada”, o que torna “os impactos da doença nas pessoas vacinadas muito reduzidos”, lembrou o edil.

“É bom ter consciência que a pandemia não passou, temos o direito a estar mais folgados e próximos do normal, mas não podemos ser descuidados e esquecer a realidade que está na nossa vida, a nova vaga do leste para o centro europeu, é provável que se vá alastrando. Não precisa chegar cá, porque os casos positivos estão a crescer, felizmente com impacto pouco grave. Os internados em Aveiro são zero ou pouco acima disso”, informou.

No ponto de situação atualizado online relativo a Portugal, o valor da incidência de Aveiro por 100 mil habitantes (quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente) era este, sábado, de 224, colocando o concelho em “risco moderado”.

Evolução por números de casos ativos nos 11 concelhos do AcES do Baixo Vouga que está evidenciado ao longo dos últimos 23 relatórios semanais.

Cuidados para “proteger quem participa” nos eventos locais

O desconfinamento trouxe de volta muita da normalidade da vida quotidiana e a possibilidade de ajuntamentos.

Em Aveiro, o verão ficou marcado pelo regresso da atividade turística em força, diversos eventos com público (Aveiro Tech Week, Dia do Exército, Festival de Cinema Art & Tur, Bienal de Cerâmica Artística) e há outros acontecimentos agendados para as próximas semanas, como o regresso da Agrovouga em formato presencial e o programa de ‘Boas Festas’ (Natal, passagem de ano e S. Gonçalinho).

“Tem sido um tempo muito intenso de ações da Câmara e de outras entidades, em regra com a nossa colaboração. Vamos continuar com festas, mas também com todos os cuidados na gestão da pandemia. Não faremos tudo como em 2019, porque ainda há questões a cuidar o melhor possível, temos de proteger quem participa. A luta não está terminada. Temos de cuidar da prestação individual e coletiva para conseguir ganhar esta luta”, afirmou Ribau Esteves, considerando “o contributo individual e coletivo fundamental para alcançar esse objetivo o mais rapidamente possível”.

Artigo relacionado

Covid-19: Arrefecimento do tempo e diminuição do efeito da vacina explicam aumento de casos, diz especialista

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.