Aveiro: Capela das Barrocas e Igreja das Carmelitas passam a ser património municipal

837
Igreja das Barrocas, Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

É hoje publicado no Diário da República o Decreto-Lei n.º 78/2023, de 4 de setembro, que procede à criação do Património Cultural, Instituto Público (IP), e aprova a respetiva orgânica.

Um novo organismo” sob superintendência e tutela da área governativa da cultura, com as atribuições de salvaguarda do património cultura”l, ao qual são afetos os monumentos, conjuntos e sítios, classificados como monumentos nacionais, considerados “de excecional relevância nacional, designadamente sés (ou antigas sés), mosteiros e conventos”.

Na lista de património cultural a transferir para os municípios, surgem dos monumentos na cidade de Aveiro: a capela do Senhor das Barrocas e a Igreja das Carmelitas. Em Águeda, a Igreja de Trofa do Vouga passará para a edilidade local. Já o Mosteiro de Arouca manter-se-á afeto ao novo instituto.

Consultar Decreto-Lei n.º 78/2023.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.

Comercio 780