Aveiro: Câmara aprova investimentos na ‘BUGA 2’ e rotunda em Cacia

2590
BUGA, Aveiro

A Câmara de Aveiro adjudicou na sua reunião privada de ontem o concurso público internacional para a chamada ‘BUGA 2’, um novo sistema público de bicicletas partilhadas por 584.450 euros.

Está previsto o fornecimento de 204 bicicletas, a instalação de 20 estações com 308 docas / lugares para bicicletas, assim como “o sistema integrado e inteligente” de gestão dos veículos de mobilidade suave” de utilização paga.

O projeto está incluído no pacote do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano da Cidade de Aveiro (PEDUCA).

A autarquia irá manter operacional o sistema das BUGAS originais, “que se vão manter em jeito de memorial ativo e de uso gratuito”.

A nova ‘BUGA 2’ surge no âmbito da estratégia ‘Aveiro Tech City’ para “promover a utilização dos transportes públicos em detrimento do automóvel privado” a integrar numa “plataforma de mobilidade sustentável e inteligente”.

A Câmara anuncia ainda o lançamento de “uma ação de promoção da utilização da bicicleta privada”, a ‘BUGA 3’, “por forma a que seja crescente a utilização da bicicleta nos circuitos casa / trabalho.”

Da reunião de executivo ficou ainda a ratificação da adjudicação do concurso público para a construção da nova rotunda na antiga EN 109, no cruzamento da Rua Vale Caseiro com a Travessa da Rua da Paz, em Cacia, por 366.198 euros.

A autarquia obteve acordo já para a cedência de cinco parcelas de terreno, com uma área total de 1.571,25 m2, que são necessárias para a obra.

Foi dada ‘luz verde’ também à elaboração de projetos de arranjos urbanísticos para Aradas, Esgueira e Santa Joana (27.690 euros), empreitadas que poderão rondar 1,5 milhões de euros para execução de trabalhos de repavimentação, recuperação de passeios, mobiliário urbano, sinalização vertical e horizontal, bem como a manutenção de espaços verdes.

Avança ainda um novo concurso público para reabilitação de habitação social no Bairro de Santiago, no âmbito dos projetos de eficiência energética.

A empresa contratada para a obra alegou estar “com graves dificuldades financeiras e não ter condições para realizar a mesma”.

A empreitada tinha sido adjudicada em março de 2018 por 1,3 milhões de euros (300 dias de prazo).

“Na sequência deste acontecimento, a Câmara Municipal de Aveiro está já a desenvolver os procedimentos necessários para o lançamento de um novo concurso público”.

Publicidade, Serviços & Donativos