Aveiro: BE contesta opções do executivo para o Cais do Paraíso

726
Terrenos da antiga fábrica Bóia & Irmão, Aveiro.

O executivo de direita liderado por Ribau Esteves colocou recentemente em consulta pública a elaboração do Plano de Pormenor do Cais do Paraíso. Em causa está a opção do executivo em preparar o terreno para a instalação de um mega empreendimento hoteleiro a ser edificado nesse local. O Bloco de Esquerda contesta esta opção ao mesmo tempo que defende uma alternativa para aqueles terrenos.

Para o Bloco a discussão sobre o futuro do Cais do Paraíso deveria estar centrada na procura de soluções de habitação a custos controlados em articulação com programas nacionais como o 1º Direito. Não é aceitável que em plena crise de escalada dos preços da habitação, o executivo camarário escolha atirar ainda mais gasolina para a fogueira. Esta opção do executivo terá a inevitável consequência de aquecer ainda mais o mercado imobiliário do município e assim acelerar a escalada de preços.

O Bloco de Esquerda considera que esta decisão do executivo PSD/CDS é mais uma demonstração que as políticas de urbanismo em Aveiro foram sequestradas pelos interesses privados. Novamente, Ribau Esteves decide colocar os interesses do setor imobiliário e da grande hotelaria à frente dos interesses de quem vive, trabalha e estuda em Aveiro.

Para o Bloco a intenção de colocar o Cais do Paraíso à mercê de um grande grupo hoteleiro deve ser lida à luz das políticas urbanísticas reiteradas como a alienação de património municipal (com o apoio do Partido Socialista), a construção do estacionamento subterrâneo no Rossio, as alterações na Rua do Sal (ambas para servir estes futuros empreendimentos hoteleiros) e o projeto de transformação da Lagoa do Paraíso.

Estas opções estão todas centradas na criação de grandes mais-valias urbanísticas a investidores o que sobreaquece ainda mais o mercado imobiliário, acelerando a subida geral dos preços da habitação em Aveiro.

Bloco de Esquerda

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.