Autoridades de saúde e de consumo levantam restrições ao consumo de broa de milho

533
Urgências do Hospital de Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

O fim da recomendação de não consumo de broa de milho nas regiões de Aveiro, Coimbra, Leiria e Santarém, deveu-se à “inexistência de novos casos suspeitos associados à suspeita de toxinfeção”, escreve a DGS, em resultado da intervenção das autoridades competentes, e da ausência de circulação de produtos potencialmente contaminados no mercado.

De acordo com a nota enviada às redações, foram registados no total “209 casos de toxinfeção alimentar” associados ao consumo de broa de milho.

Continuar para ler artigo via SAPO 24.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.