Anunciadas greves no sector corticeiro e na metalurgia Funfrap

823
Funfrap (imagem Google).
Smartfire 728×90 – 1

Os trabalhadores corticeiros decidiram avançar para uma greve de quatro dias, a partir de quarta-feira, pelo “aumento digno dos salários”, anunciou a Federação Portuguesa dos Sindicatos da Construção, Cerâmica e Vidro (FEVICCOM).

Uma greve a realizar por turnos, entre 12 e 15 de julho.

Continuar para ler artigo do Jornal de Negócios.

Em Aveiro, os trabalhadores da Funfrap (grupo Tupy) voltar a fazer greve nos 13 e 14 de Julho, durante quatro horas por turno.

Após as greves na fábrica de Cacia realizadas a 21 e 23 de Junho, “que tiveram uma grande adesão dos trabalhadores”, é retomada a luta laboral por “não haver avanços concretos nas negociações”. As reivindicações passam “por um justo aumento salarial” assim como “pela melhoria das suas condições laborais e profissionais”, refere uma nota de imprensa do SITE – Sindicato das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente, afecto à CGTP.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.

Comercio 780