“Alcunhas d’Aveiro” e estórias de grandes figurões dos bairros da cidade

11095
"Alcunhas d'Aveiro”.
Dreamweb 728×90 – Video I

O livro “Alcunhas d’Aveiro” é dedicado aos Cagaréus,Ceboleiros e Bicudos, gente boa de Aveiro, por conseguinte é todo focado numa realidade Aveirense.

Por Manuel Pereira Pacheco *

Coligi cerca de quatrocentas alcunhas. Quando me preparava para divulgar a ideia a amigos, desde logo enumerando os bons nomes, um amigo entregou-me treze folhas em A5, escritas pelo Avô António da Naia Graça, a quem me comprometi inseri-las no livro, desde que autorizado pela Família.

É um role de alcunhas individuais e de Famílias da primeira metade do século passado, muito interessantes, algumas coincidentes com as que escrevi de memória.

O meu Avô João “Cochicho” que foi continuo do Liceu, foi o meu inspirador, e que meu deu mundo até aos dezasseis anos.

A fim de dar alma às mesmas, redigi cinquenta estórias de grandes figurões dos bairros da cidade, que ouvi de mais velhos, de ter assistido a alguns episódios e de resumir outras relatadas por amigos; porém só contemplam três estórias do género feminino.

São estórias pitorescas que não relatadas caíam no esquecimento, bem como as suas alcunhas.

Acresce a todo um trabalho de escrita, despretensiosa e ligeira, as ilustrações de Armando Regala “exilado económico nos States” que aceitou o meu repto, tudo entre amigos, e que desenhou caricaturas impessoais, algumas enquadradas em geografias caracterizadores da nossa Cidade, e outras de antanho.

O trabalho que elaborou é notável pela paciente cromática e acrescenta um valor incomensurável ao livro.

O livro tem prefácio de José Domingos Maia, prólogo do José Carlos Mota e posfácio do Daniel Tércio, amigos ilustres que se disponibilizaram em redigir o que lhes aprovou depois de lerem a maqueta.

Depois tivemos no trabalho conjunto, a colaboração dos genros, o Helder Santos – design da “Comércio Nosso” que rearranjou as alcunhas com as estórias e paginou todo o livro e na fase de divulgação o Pedro Principe, que elaborou o cartaz da apresentação e o vídeo agenda, que já circulam nas redes sociais, Facebook e YouTube.

O produto líquido da venda de 350 exemplares a 18 € a unidade reverte a favor de duas instituições de Aveiro: o CARDA – Centro de Alcoólicos Recuperados do Distrito de Aveiro e o EPA – Estabelecimento Prisional de Aveiro, cujas missões vão inseridas no livro.

 

Manuel Pereira Pacheco.

* Autor do livro “Alcunhas d’Aveiro” com caricaturas desenhadas por Armando Regala que será apresentado dia 24 de julho, pelas 19:30, na ‘Praça do Peixe’, um dos locais emblemáticos do bairro da Beira Mar, em Aveiro.

Publicidade, Serviços & Donativos

Publicidade, Serviços & Donativos