Ajudar todas as crianças a serem mais felizes

808
Smartfire 728×90 – 1

Falar de situações sérias que acontecem na vida das nossas crianças e que trazem preocupações às famílias é muito importante e indispensável, particularmente no modo “a brincar”, como a nossa amiga o faz.

Por Luís Borges *

Uma das razões principais, e eu digo por experiência própria, porque tenho Dislexia, Défice de Atenção e Hiperatividade, é porque tanto a família, a escola e a sociedade focam-se no problema esquecendo a criança.

Sim, esquecem-se que o portador do problema é uma criança plena de outras aptidões, rica de desejo de aprender, conviver e brincar, uma criança como qualquer outra e não um Disléxico, um Hiperativo, um Gago, etc., etc.

E isto acontece porque a nível do desenvolvimento da criança se adopta um modelo médico, que põe em ênfase o “Problema”, em vez de um modelo Social, em que o foco deve ser colocado na pessoa como ser social, no respeito pela Diferença, porque todos somos diferentes: uns loiros outros morenos, uns gordos outros magros, altos e baixos, hiperativos ou normativos, uns mais inteligentes outros menos, uns gagos e outros com boa fluência, uns pretos outros brancos.

E devemos estar conscientes de que não é o respeito pela igualdade, como dizem os filósofos Do Iluminismo (apesar de compreender a importância das suas afirmações), mas o respeito pela Diferença que fará a nossa Sociedade justa e igualitária.

“Cabeças no ar Pés na Escola” é um livro para ler com um sorriso na cara, mas um livro que nos faz refletir e que ajudará todas as crianças a serem mais felizes. E uma criança só é feliz se puder brincar e sentir-se igual a todos os outros, apesar de diferente.

Isto é um paradoxo, mas uma verdade que a minha vida pessoal e profissional me tem feito acreditar.

Preocupem-se sempre que o vosso filho tenha qualquer problema e procurem a ajuda necessária o mais cedo possível – intervir precocemente é fundamental – mas deixem-nas ser Crianças.

* Ex Diretor do Centro de Desenvolvimento da Criança do Hospital Pediátrico de Coimbra. Prefácio do livro “Cabeças no ar Pés na Escola” da autoria de Tânia de Matos, terapeuta da fala que trabalha na Escola de Referência para a Educação Bilingue (alunos surdos de Ílhavo) e reside na cidade de Aveiro.

Informações úteis:

» https://www.facebook.com/cabecasnoar

» Comprar o livro “Cabeças no ar Pés na Escola”.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.