AIDA criou bolsa de emprego para acolhimento de refugiados ucranianos

1182
AIDA (Aveiro).

A Associação Industrial do Distrito de Aveiro (AIDA) decidiu criar uma bolsa de emprego nas empresas associadas para apoiar os refugiados ucranianos.

Uma iniciativa tomada “no seguimento dos graves conflitos que se desenvolvem na Ucrânia”, refere um comunicado.

A AIDA informa que encontra-se “a articular com o Alto Comissariado para os Refugiados e o Governo Português ( Ministério dos Negócios Estrangeiros, Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, SEF e o IEFP, entre outros), a identificação de ofertas de emprego junto do tecido empresarial do distrito de Aveiro.”

Antevendo ainda a necessidade de apoiar refugiados ucranianos que cheguem ao nosso país, a AIDA encontra-se “também em articulação com as câmaras municipais do distrito de Aveiro e entidades de apoio social no sentido de assegurar possível alojamento e integração nas escolas”.

Um questionário está disponível em www.aida.pt para as empresas preencherem no caso de estarem interessadas em incorporar possíveis trabalhadores ucranianos.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.