Águeda: PSD lamenta ‘chumbo’ de proposta com medidas de apoio local

1333
Águeda (vista aérea).

Antero Almeida, vereador do PSD na Câmara de Águeda, sugeriu ao executivo “a compra massiva” de máscaras e outros Equipamento de Protecção Individual (EPI) “para distribuição gratuita pelos munícipes”.

A proposta foi deixada na reunião da vereação. Para o eleito social democrata, “numa altura que que não podemos baixar a guarda, e perante um desconfinamento que pode ser interpretado por muitos como um relaxar nas medidas e cuidados de protecção, a autarquia deveria dar um exemplo”.

“A nossa vida colectiva deverá voltar a uma certa normalidade mas sempre com muitos cuidados de forma a não deitar por terra tudo o que temos feito até agora”, referiu Antero Almeida propondo que seja elaborado “um manual que compile todas as medidas e recomendações que entraram em vigor esta segunda-feira para distribuir pelo comércio tradicional”.

Uma forma para “que todos possam ter conhecimento dos cuidados específicos relativos aos pagamentos; à higienização e limpeza dos espaços e superfícies e às normas a respeitar no atendimento prioritário”.

O município deveria também “complementar as ajudas estatais ao pequeno comércio que comparticipa com 80% a fundo perdido as despesas com as adaptações para o atendimento em época Covid-19”, suportando os restantes 20%.

O vereador do PSD aproveitou para pedir que seja facultado o relatório dos últimos dois meses com todo o material de protecção e desinfecção comprado e doado ao município com descrição de todas as entidades a quem foram distribuídos.

A finalizar, Antero Almeida “lamentou ainda, mais uma vez, a postura do presidente Jorge Almeida, que chumbou a sua proposta com medidas de combate à Covid-19 de forma inexplicável, tendo nos últimos dias adoptado várias dessas mesmas medidas, numa atitude de pouca cultura democrática e falta de respeito por quem quer fazer bem por Águeda”.

Publicidade, Serviços & Donativos