A ligação rápida viária Águeda/Aveiro

14544
Mapa da Vila de Eixo, Aveiro.

Temos a esperança que esta obra seja consagrada no plano de investimentos a realizar na sequência do pacote de recuperação da economia negociado com a União Europeia.

Por Ricardo Abrantes *

Carta enviada ao Primeiro Ministro, António Costa.

A Associação Empresarial de Águeda (AEA), em representação das empresas Associadas, vem, junto de Vossa Excelência, manifestar a sua indignação pelo facto de não ver consagrada no programa do Governo, nem no OE para 2021 nem no programa de prioridades do Governo, a ligação rápida viária Águeda/Aveiro.

Esta obra é ambicionada pela população de Águeda há mais de 20 anos. Estão em causa apenas cerca de 20 km de estrada – distância curta mas essencial para o desenvolvimento da região.

Custa a crer que esta obra vital não seja definitivamente construída durante o período em que Portugal seja apoiado pela famigerada “bazuca” europeia.

Estes 20 km são, atualmente, um verdadeiro “inferno” para quem a tem que percorrer todos os dias.

A não construção desta ligação implica:
– Mais tempo perdido em deslocações;
– Maior dificuldade na deslocação dos cidadãos;
– Maior dificuldade na atração de Recursos Humanos qualificados;
– Maior custo no transporte de mercadorias;
– Maior dificuldade no transporte de doentes e feridos dificultando o acesso a cuidados de saúde por parte da população do concelho.

Ora, após tantos anos e de várias promessas dos diversos Governos, lamentamos que ainda não haja, nem sequer em plano, uma ligação rápida que ligue o concelho de Águeda ao concelho de Aveiro. Estes são dois polos de desenvolvimento regional importantíssimos que se querem próximos para intensificação de sinergias, mas que se distanciam pela inexistência de uma ligação rápida.

Esta realidade evidencia absoluta insensibilidade e indiferença do Governo quanto aos problemas rodoviários que afetam a região e total desconhecimento da rede viária que serve este município.

Temos a esperança que esta obra seja consagrada no plano de investimentos a realizar na sequência do pacote de recuperação da economia negociado com a União Europeia.

Águeda necessita indubitavelmente desta ligação viária pelos motivos atrás evidenciados.

Os milhares de empresários que decidiram aqui investir merecem maior consideração da parte da Administração Central!

Assim, face ao exposto, apelamos à rápida intervenção de Vossa Excelência, no sentido de inscrever a ligação rápida “Águeda/Aveiro” no mapa dos investimentos prioritários para esta região.

* Presidente da Associação Emrpesarial de Águeda (AEA).

Publicidade, Serviços & Donativos