A importância das TIC no setor dos transportes num contexto pós-pandémico

545
Imagem computerworld.com.pt.
Smartfire 728×90 – 1

A Universidade de Aveiro (UA) e o Centro de Tecnologia Mecânica e Automação (TEMA) lideram uma nova fase do Projeto CISMOB que visa potenciar a forma como as tecnologias de informação e comunicação (TIC) podem tornar o sistema de transportes mais seguro e eficiente num contexto pós-pandémico.

Por Eloísa Macedo *

A nova fase do projeto foi financiada através do quinto concurso exclusivo do programa Interreg Europe destinado a avaliar o impacto da pandemia COVID-19 nas políticas regionais Europeais.

O projeto liderado pelo TEMA, cuja área temática se insere no projeto mobilizador do TEMA “Tecnologias para o bem estar”, envolve parceiros da Suécia, Espanha, Roménia e Portugal, e contará com um orçamento adicional de 317.000 EUR.

A pandemia COVID-19 teve um impacto disruptivo na sociedade e, naturalmente, no setor dos transportes, afetando a procura geral de mobilidade e a forma como os utilizadores selecionam o seu modo de transporte. Por exemplo, os transporte públicos podem sofrer um dano reputacional que vai além da pandemia, colocando ainda mais pressão sobre a infraestrutura rodoviária e os impactos no tráfego à medida que a economia retorna aos níveis anteriores à crise.

Para incentivar os passageiros a escolher opções de mobilidade mais sustentáveis é essencial fornecer tarifas atrativas, sistemas de pagamento seguros e informação confiável e atualizada, por exemplo, sobre os níveis de ocupação em tempo real.

Adicionalmente, as TIC também têm um papel fundamental na promoção de soluções alternativas como a micromobilidade. Exemplos típicos são sistemas de localização, pagamento inteligente, interoperabilidade de serviços, e informação sobre condições ambientais e disponibilidade de meios.

Na primeira fase, que decorreu entre 2016 e 2020, o Projeto CISMOB foi um dos 3 projetos nomeados para os prémios REGIOSTAR 2019 (https://www.ua.pt/pt/noticias/0/58179) e foi selecionado como uma das 6 ações inspiradoras na European Mobility Week (https://www.ua.pt/pt/noticias/0/51786).

O CISMOB foi o primeiro projeto do programa Interreg Europe a ver aprovada uma ação piloto. Recentemente, os resultados globais do projeto CISMOB foram destacados pela Policy Learning Platform (https://www.interregeurope.eu/policylearning/ ) do programa Interreg Europe (https://www.interregeurope.eu/policylearning/news/12855/cismob-using-ict-for-sustainable-mobility/?no_cache=1&cHash=19b20247edb72aa6c1d54ca3f3bcdf83).

A UA e o TEMA também lideram o consórcio europeu PriMaaS (https://www.interregeurope.eu/primaas/) cujo objetivo é promover soluções de mobilidade de baixo carbono através do conceito de mobilidade como serviço.

O Interreg Europe é um programa que tem como objetivo ajudar as autoridades públicas regionais e locais europeias a desenvolverem e produzirem melhores políticas. Os projetos Interreg Europe são cofinanciados pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

* Investigadora do Departamento de Engenharia Mecânica Universidade de Aveiro.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.