Venda da EPVL – comunicado do Bloco de Esquerda da Mealhada

2563
Escola Profissional Vasconcellos Lebre (EPVL).

O dia 13 de maio de 2020 ficará na história da EPVL , mas pelos maus motivos. Rui Marqueiro acaba de entregar a escola , a troco de 491.000 euros, ao grupo GPS.

Conhecemos bem este grupo de colégios privados, com ligações ao PS mas também ao PSD, que só entre 2013 a 2016, foi o grupo privado que recebeu mais subsídios do estado e cujos administradores, à cabeça, António Calvete, estiveram envolvidos em sucessivos processos de corrupção, falsificação de documentos e burla qualificada, com acusações do próprio Ministério Público.

Mas para Marqueiro e seu executivo , tudo isso é coisa de menos importância.
Em seis meses, a EPVL passou de “ menina dos olhos” do autarca a um grande fardo; um fardo financeiro.

Nos últimos dias, o presidente da câmara tem-se desdobrado a tentar explicar o que não tem explicação nem fundamento, dizendo que ficou sem os apoios desejados da Segurança Social e do POCH , e como tal, não tem condições financeiras para manter a escola na sua alçada. Marqueiro está a esconder o jogo, pois o financiamento de que se queixa ser agora insuficiente, é o mesmo que está consignado na lei há muito tempo. Se há seis meses não a leu com atenção, isso revela duas coisas: impreparação e incompetência.

Na próxima Assembleia Municipal, quando este negócio for a dicussão e votação, o BE fará muitas perguntas a Marqueiro, como por exemplo:

Qual o montante da dívida aquando da compra da totalidade das quotas?
Que dinheiro investiu na escola desde que a adquiriu há seis meses?
Como ficará a situação dos trabalhadores da EPVL?

Rui Marqueiro sabe que detém a maioria absoluta e que os deputados PS da AM não lhe levantarão problemas e darão o aval sem pestanejar a este negócio.
Mas da parte do BE, Rui Marqueiro contará com todas as perguntas necessárias para exigir respostas claras e transparentes.
Porque afinal, quem não deve, não teme.

Bloco de Esquerda, Mealhada

Publicidade, Serviços & Donativos