25 anos sem a Princesa Diana

846
Princesa Diana.

A Princesa que foi apelidada pelo povo britânico e pelo mundo de Princesa do Povo, faleceu há 25 anos na sequência de um acidente de viação em Paris, mas o legado de luta e de causas solidárias permanece vivo.

Por Nuno Alexandre *

Diana nasceu numa família aristocrata, a família Spencer, e casou com o Príncipe Carlos em 1981, mas o casamento que tinha sido comparado a um autêntico “conto de fadas” acabou em separação em 1992, tendo o divórcio sido oficializado em 1996. A Princesa sofreu bastante naquele casamento por causa da traição e da arrogância de Carlos. Várias pessoas que foram próximas do casal e que trabalhavam dentro do palácio, assistiram a muitas discussões acesas entre os Príncipes de Gales e afirmam que Diana tentou suicidar-se depois de uma dessas discussões. A traição do Príncipe de Gales com Camilla Parker Bowles, sua atual esposa, causou bastante sofrimento a Diana.

Diana era carismática, era espontânea, era próxima do povo e demonstrava ser progressista e até mesmo rebelde, no bom sentido da palavra, porque foram muitas a vezes que ela quebrou os ditos protocolos reais. Demonstrou sempre o grande orgulho e amor que sentia pelos filhos William e Harry.

Em fevereiro de 1987, Diana e Carlos vieram a Portugal e Diana protagonizou um momento divertido. O Dr. Mário Soares, na altura Presidente da República, tinha um smoking com suspensórios brancos e a Princesa tocando nos suspensórios perguntou a Mário Soares se eles não deviam ser vermelhos em vez de brancos, uma vez que Mário Soares era socialista. Após a pergunta da Princesa, o Dr. Mário Soares lançou uma gargalhada.

O tempo passou e os problemas no casamento foram cada vez maiores. A Princesa e o Príncipe decidiram separar-se, mesmo contra a vontade da Rainha que estava mais preocupada com a segurança do trono e da Monarquia Britânica. Diana tornava-se uma mulher livre e decidiu dedicar-se a causas nobres e solidárias, apoiando instituições, criando e participando em Galas de Beneficência e até mesmo fazendo viagens até aos locais onde estava próxima das crianças e das pessoas. A Princesa do Povo tornava-se assim uma celebridade mundial e um ícone da moda adorada por milhões de pessoas em todo o mundo!

A luta contra as minas terrestres e os apoios às crianças e pessoas com cancro e com SIDA foram alguns dos projetos apoiados pela Princesa De Gales. Em 1987, Diana apertou a mão e abraçou um jovem com SIDA, onde lutou contra a discriminação de que as pessoas portadoras do vírus da SIDA eram alvo, e mais tarde, criou um projeto de apoio para as pessoas infetadas com SIDA e foi patrona da Turning Point, uma organização de saúde e assistência social.

Em janeiro de 1997, Diana deslocou-se a Angola para apoiar a campanha contra as minas terrestres e através da organização Hallo Trust, a Princesa visitou as crianças e as pessoas vítimas das minas terrestres como voluntária do Comitê Internacional da Cruz Vermelha. Diana apoiou as famílias e transmitiu-lhes carinho, afeto e força. A Princesa numa das suas missões em Angola, caminhou num campo minado, dando a perceber a todo o mundo que era preciso acabar com as minas terrestres porque elas representavam um perigo a nível mundial. Na altura, o Governo britânico e os Windsor não gostaram nada da missão de Diana em Angola, mas a Princesa Diana corajosa, carismática e solidária como era, continuou as suas lutas, e como já não estava dentro da Casa Real nada a impediu!

* Estudante e ativista, Aveiro.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.