Apresentação   |    Estatuto editorial   |    Conteúdos na mão   |    Correspondentes   |    Publicidade   |    Contactos   |    Newsletter
Entrar   |    Registe-se   |    Ajuda
Aveiro, Portugal
Terça-Feira, 23 Janeiro 2018
6 ºC
Pouco nublado
Siga-nos!    Siga-nos!    Mypub gestor online publicidade
Onde Estou? Página Inicial » Actualidade » Noticiário
Pesquisar
"A menina da Ria" pronta a navegar
12 jan 2018, 23:39

Defensora do património navegável da Ria de Aveiro dá um contributo especial para ajudar a preservar as embarcações mais típicas.

"O sonho comanda a vida". Uma década depois da ideia, concretizou-se: Etelvina Almeida tornou-se a feliz proprietária de uma das embarcações mais tradicionais da Ria de Aveiro.

"Foi uma aventura ter esta bateirinha. É pelo fascínio e admiração. Mas também por querer colaborar e participar na preservação deste património lagunar que corre risco de se perder", conta a designer, estudiosa e divulgadora das vivências ribeirinhas que contou com o apoio familiar para chegar a bom porto.

A bateira batizada de "A menina da Ria" está como nova graças à arte do mestre Zé Rito, que trabalha no estaleiro da praia do Monte Branco, na Torreira, Murtosa.

Pronta a navegar por uma só pessoa, se for necessário, pelos canais mais pequenos, esteiros, cumprindo as suas várias funções originais, de caça, pesca, transporte ou passeio. A remos, vara ou vela.

"A minha grande paixão é o moliceiro, se pudesse escolher... É o que mais me seduz, mas outros valores se impõem", contou Etelvina Almeida, que se dedica também à fotografia.

O bota abaixo vai merecer festa a agendar. Para já, fica um "alerta". "É uma paixão navegar pela ria. Pretendo, humildemente, dar um pequeno contributo para a preservação das embarcações tradicionais que se estão a perder. Mas também as tradições, as festas e costumes", referiu.

Atraída desde menina pelos canais e pelas salinas, dos tempos de passeios de mercantel até à casa abrigo de São Jacinto, Etelvina Almeida encontra na ria "inspiração e tranquilidade".

"Perda de grande parte do património"

"Anos mais tarde", na Universidade de Aveiro, o curso de Design (Comunicação e Industrial) leva-a a aprofundar a pesquisa, em terra e na água. Um levantamento do património que ligou os extremos do Norte ao Sul, do Carregal a Mira. O que era para ser uma tese de mestrado de dois anos exigiu quatro anos de estudo.

A dissertação "Embarcações Tradicionais da Ria de Aveiro, um olhar pelo Design" está concluída desde 2012, atualizada entretanto, mas à espera de um patrocinador para ser publicada. São 300 páginas, mais de 500 fotografias.

Muitas horas de observação, a acompanhar construções e reparações, a fazer medições, desenhos, registos, a falar com pescadores, a conhecer os costumes, junto das entidades (ver blog).

As conclusões também permanecem atuais e surgem em tons cinzentos: "O estado da arte ? É a perda de grande parte do património, desta riqueza etnográfica, e a sua desvalorização identitária, nomeadamente das embarcações tradicionais.

Ultimamente alguns bota abaixo de barcos moliceiros construídos de raiz ou reparados evidenciam um esforço, sobretudo de privados, "com muito entusiasmo e muito custo", para a inversão do declínio. "São necessários incentivos", reivindica a investigadora.

Etelvina Almeida não desvaloriza o empenho dos operadores marítimo turísticos de Aveiro mas prefere ver os moliceiros "preparados para navegar à vela e a participar em regatas, que são muito poucos". Por isso, "algo mais terá de se fazer". Desde logo, para preservar o maior dos barcos tradicionais da Ria, o mercantel / saleiro, dos quais só restam algumas réplicas. O autêntico está em doca seca, no Museu Marítimo de Ílhavo.

Tags:
Notícias Relaccionadas
Classifique esta notícia:  Muito Bom
  Comentar Artigo   Imprimir Artigo   Enviar Artigo   Partilhar Artigo
0 Comentário(s)
Galerias Relacionadas:
  0 video(s)
  0 som(s)
  0 documentos(s)
Outras Informações:
Visualizações: 909
Tamanho do texto: A- A+

Últimos Vídeos
Mais comentadas
Mais lidas
Pesquisa de imóveis »
 
Apartamento T2
Venda - Usado
Aveiro
Ílhavo, Gafanha da Nazaré
Consultar Imóvel »
Apartamento T1
Venda - Novo
Aveiro
Anadia, Tamengos
Consultar Imóvel »
Quartos   
Inquérito »