Apresentação   |    Estatuto editorial   |    Conteúdos na mão   |    Correspondentes   |    Publicidade   |    Contactos   |    Newsletter
Entrar   |    Registe-se   |    Ajuda
Aveiro, Portugal
Quinta-Feira, 23 Março 2017
10 ºC
Chuva irregular nas proximidades
Siga-nos!    Siga-nos!    Mypub gestor online publicidade
Onde Estou? Página Inicial » Actualidade » Noticiário
Pesquisar
Pescadores retomam luta por novas regras da atividade na Ria de Aveiro
10 jan 2017, 19:04

A Associação da Pesca Artesanal da Região de Aveiro renovou o apelo para a revisão do regulamento de pesca, considerado desajustado da realidade.

Eduardo Matos, diretor executivo da APARA, adiantou a NotíciasdeAveiro.pt, que os novos orgãos sociais estão empenhados  em ´fazer vingar´ propostas de alteração ao atual quadro normativo.

"Estamos a trabalhar com a Direção Geral Recursos Marítimos para que saia finalmente da gaveta o novo regulamento. Existem aspetos que têm de ser necessariamente alterados, para bem da sustentabilidade da pesca profissional", declarou.

Há cerca de 13 anos que a APARA procura sensbilizar os organismos responsáveis para a revisão do diploma publicado em 1990 com alterações muito pontuais em 2004 e 2006. "Estamos a fazer de tudo para efetivamente podermos criar um regulamento adequado às exigências atuais", disse Eduardo Matos.

O assunto deverá ser abordado esta quarta-feira num encontro com a comunidade piscatória da freguesia da Torreira, na Murtosa, a mais numerosa da região.

Em defesa da pesca profissional

A APARA fará tudo para defender a sustentabilidade da pesca profissional, se for necessário combater outras atividades que nada têm a ver com isso, a aquacultura ou outras, estamos preparado para as combater. É preciso muito mais equilibrio", exigiu o diretor da APARA.

O pescador profissional tem de descontar em lota cerca de 6 mil euros por ano. Um pescador lúdico, e serão cerca de 50 mil as licenças passadas, precisa apenas de ir ao multibanco.

"Nós sabemos que grande parte dos lúdicos combatem diretamente a pesca profissional, é uma grande ameaça", referiu Eduardo Matos, esperando que o Governo tenha em conta também a defesa da pesca numa altura em que dá incentivos em força ao crescimento da aquacultura.

A APARA conta no seu seio com mais de duas centenas de mariscadores e 160 embarcações que se dedicam às mais diversas artes nas águas interiores.

Tags:
Notícias Relaccionadas
18 jan 2017, 11:47 OP da APARA quer alargar representatividade
Classifique esta notícia:  Sem classificação
  Comentar Artigo   Imprimir Artigo   Enviar Artigo   Partilhar Artigo
0 Comentário(s)
Galerias Relacionadas:
  0 video(s)
  0 som(s)
  0 documentos(s)
Outras Informações:
Visualizações: 411
Tamanho do texto: A- A+

Últimos Vídeos
Mais comentadas
Mais lidas
Pesquisa de imóveis »
 
Moradia Isolada T3+2
Venda - Usado
Aveiro
Oliveira do Bairro, Oliveira do Bairro
Consultar Imóvel »
Apartamento T3
Venda - Usado
Aveiro
Aveiro, Vera Cruz
Consultar Imóvel »
Quartos   
Inquérito »