Apresentação   |    Estatuto editorial   |    Conteúdos na mão   |    Correspondentes   |    Publicidade   |    Contactos   |    Newsletter
Entrar   |    Registe-se   |    Ajuda
Aveiro, Portugal
Terça-Feira, 24 Janeiro 2017
13 ºC
Céu limpo
Siga-nos!    Siga-nos!    Mypub gestor online publicidade
Onde Estou? Página Inicial » Actualidade » Comunicados
Pesquisar
Concessão da MoveAveiro: menos oferta, pior qualidade, preços mais elevados
04 Jan 2017, 10:53

O ano começou com a concessão dos transportes públicos em Aveiro, diminuindo a oferta e a sua qualidade e aumentando os preços. Trata-se de um excelente negócio para o privado à custa da mobilidade e da qualidade de vida dos cidadãos. 

A opção do executivo de maioria PSD/CDS, presidido por Ribau Esteves, vai contra os interesses da população.A oferta de horários foi reduzida. Existem agora menos carreiras disponíveis, prejudicando a mobilidade, fornecendo um serviço desajustado em particular para trabalhadores e estudantes.

O número de paragens foi reduzido, nomeadamente na zona das escolas em Aveiro obrigando os estudantes a deslocarem-se à chuva até às mesmas, agravando as condições de qualidade e de segurança.

O aumento de preços, em especial na linha de Cacia onde o passe aumenta de 27 para 38 euros é escandaloso tanto mais que a qualidade do serviço é deteriorada.Os utentes com bilhetes da MoveAveiro já comprados são agora obrigados a trocar os mesmos em poucos locais.Os direitos laborais dos trabalhadores da MoveAveiro e MoveRia foram desprotegidos, nomeadamente com enormes cortes salariais para continuar a desempenhar as mesmas funções.

Em suma, 2017 começou mal em Aveiro com a entrega da MoveAveiro ao privado. A autarquia desiste da definição democrática de um sistema de transportes e paga principescamente a uma empresa privada para assumir esse serviço, com redução de horários, de paragens e aumento de preços.

A oferta da nova empresa concessionada foi feita não a pensar nas necessidades da população, mas sim nas oportunidades de lucro da empresa privada. Por exemplo, algumas das antigas linhas da MoveAveiro limitam-se agora ao término de linhas existentes da empresa privada, daí a redução de paragens e horários. A

 empresa privada recebe dinheiro público não para acrescentar serviço, mas sim para reduzir a oferta e a qualidade do serviço existente.

O Bloco de Esquerda considera que é um imperativo urgente desenvolver desde já os mecanismos necessários para findar a concessão a privados dos transportes coletivos.

Bloco de Esquerda - Aveiro

Tags:
Notícias Relaccionadas
11 Jan 2017, 16:50 Ribau Esteves antecipa avaliação dos transportes e garante que concessão "vai correr bem"
Classifique esta notícia:  Sem classificação
  Comentar Artigo   Imprimir Artigo   Enviar Artigo   Partilhar Artigo
0 Comentário(s)
Galerias Relacionadas:
  0 foto(s)
  0 video(s)
  0 som(s)
  0 documentos(s)
Outras Informações:
Visualizações: 315
Tamanho do texto: A- A+

Últimos Vídeos
Mais comentadas
Mais lidas
Pesquisa de imóveis »
 
Moradia Geminada T3
Venda - Usado
Aveiro
Albergaria-a-Velha, Frossos
Consultar Imóvel »
Apartamento T3
Venda - Usado
Aveiro
Aveiro, Santa Joana
Consultar Imóvel »
Quartos   
Inquérito »